Jornais brasileiros e internacionais

Seguindo o fluxo de raciocínio do tópico anterior, o acesso a notícias de qualidade e com atualidade está em franca acensão. Não é raro que empresas de notícia mantenham edições impressas e on-line (com ou sem assinatura para acesso completo) — e mesmo que não mantivessem, também existem as versões “wiki” do jornalismo.

Mas e as notícias que veiculam? Como são apresentadas? São apenas a transposição do texto impresso para a Internet, se utilizam de ligações externas no fluxo do texto ou até mesmo criam notícias hipermidiáticas?  E os leitores, participam nessa criação? Eles têm oportunidade de montar uma comunidade ao seu redor (e ao redor de cada notícia), questionando-a, aumentando-a e replicando-a?

Quero deixar claro, contudo, que neste post não pretendo analisar o discurso das notícias enquanto jornalísticas ou não, se refletem alguma posição ou inclinação, ou se neste aspecto são úteis para o bibliotecário e seu usuário ou não. Esta será uma pesquisa de cunho técnico, para descobrir se os jornais on-line são mais do que apenas transposições de texto estático da página para a tela — o desejável. Justifico esta escolha pois os serviços disponíveis na Internet têm mostrado grande interesse na qualidade gregária do ser humano. Isto é: a chamada “web 2.0”, como já discutido aqui, trata principalmente de como reunir os usuários ao redor de serviços e produtos, fazendo com que agregue valor ao conteúdo.

Analisarei, então, 2 notícias de 2 jornais brasileiros e de 2 jornais estrangeiros disponíveis on-line quanto aos seguintes critérios: o uso de hiperlinks, tanto para a ligação interna quanto externa, para páginas de terceiros; o uso de imagens, vídeos ou som dentro do texto das notícias e a possibilitação da criação de comunidades ao redor dos artigos. Este último, obviamente, é o mais complexo dos critérios. Ele pode tratar desde a simples abertura de comentários e se extende até ao uso de ferramentas sociais como o Digg, StumbleUpon e reddit. Deve-se ressaltar que, por tratar-se de uma ferramenta, pode ser utilizada pelos bibliotecários para disseminar seletivamente as informações para seus usuários com interesses específicos.

.

Zero Hora
Sua versão on-line existe desde 2007 — a impressa, desde 2964. É um dos jornais de maior aceitação no estado do Rio Grande do Sul. Suas notícias ficam abertas para acesso gratuito por até 30 dias.
Aeronáutica busca causas de acidente aéreo na Bahia (23 maio 2009, 13h02min)
→ Uso de hiperlinks: não apresenta links no texto. Existem apenas links internos na coluna lateral, que direcionam a mais notícias sobre o assunto dentro do próprio jornal;
→ Hipermídia: contém uma imagem da notícia, devidamente identificada, além de um infográfico animado com explicações;
→ Comunidade:
oossibilita ao usuário comentar sobre a notícia através de um formulário. Também é possível encaminhar a página por e-mail para alguém e sugerir correções ao texto, através de um formulário.

Inter faz 8 a 1 no Caxias e conquista o título invicto do Gauchão 2009 (19 abr. 2009, 17h55min)
→ Uso de hiperlinks: não apresenta links no texto, apenas links internos na coluna lateral, direcionando a mais notícias sobre o assunto dentro do próprio jornal;
→ Hipermídia: contém uma imagem da notícia, identificada e um link para um álbum de fotos da notícia. Contém um link, dentro do texto, para o mediacenter da empresa, onde é possível assistir e comentar a um vídeo relacionado à matéria;
→ Comunidade: oferece os links de comentar a notícia, encaminhá-la por e-mail e corrigi-la. Apresenta os comentários já feitos pelos leitores no rodapé da notícia. Também oferece a possibilidade de compartilhá-la através de serviços e sistemas, como o del.icio.us, Technorati, no Facebook, entre outros.

Portal G1
Portal de jornalismo das Organizações Globo, é um dos portais de notícia brasileiros mais acessados. Disponibiliza o acesso ao conteúdo de diversos jornais próprios, além de notícias de outras empresas, como a Reuters e EFE. Está no ar desde 2006.
Oito corpos são resgatados de destroços de avião na Bahia (23 maio 2009, 14h20min)
→ Uso de hiperlinks: não há links no texto, apenas em uma lista, chamada “Saiba Mais”, com ligações para outras notícias relacionadas dentro do próprio portal;
→ Hipermídia: apresenta fotos, um link para um álbum de fotos, e um vídeo dentro do texto;
→ Comunidade: possibilita enviar o artigo por e-mail, por SMS, compartilhá-lo através do reddit, Digg, entre outros.

Artista libanesa transforma batatas em rostos humanos (23 maio 2009, 08h00min)
→ Uso de hiperlinks: não contém;
→ Hipermídia: o artigo é basicamente duas fotos com legendas;
→ Comunidade: apresenta as mesmas possibilidades de envio e compartilhamento do artigo anterios; este, contudo, também contém o link para a comunidade da seção Planeta Bizarrro no Orkut, rede de relacionamentos do Google.

New York Times
Fundado em 1851, sua versão on-line entrou no ar em 1996.
Obama Says Court Choice Is Coming Soon (May 23, 2009)
→ Uso de hiperlinks: o texto contém links, que levam a mais notícias relacionadas ao texto do link; por exemplo: o termo “University of Chicago”, se clicado, leva a uma página de informações sobre a universidade e uma coleção de notícias já publicadas no jornal;
→ Hipermídia: contém o link para um vídeo relacionado ao tema;
→ Comunidade: oferece a possibilidade de compartilhamento (Facebook, Digg, entre outros), e uma enquete pública para seus leitores.

4 Accused of Bombing Plot at Bronx Synagogues May 20, 2009)
→ Uso de hiperlinks: apresenta o mesmo sistema de hiperlinks internos ao texto do artigo anterior;
→ Hipermídia: contém uma foto e um arquivo .PDF com um press release da polícia local sobre os fatos noticiados;
→ Comunidade: apresenta as possibilidades de compartilhamento como do artigo anterior, além de um campo de comentários aberto para os leitores através do preenchimento de um formulário.

Pravda em Português
Jornal russo de origem na União Soviética, ganhou versão on-line em 1999 e agora apresenta versão em inglês, português e russo.
Putin vai ao Japão (04 maio 2009)
→ Uso de hiperlinks: não há uso de hiperlinks, nem internos nem externos;
→ Hipermídia: há uma imagem ilustrativa sobre o assunto do artigo;
→ Comunidade: não há possibilidades para se criar uma comunidade ao redor da notícia na sua página própria.

Khabarovsk: Líderes europeus tratados como reis (22 maio 2009)
→ Uso de hiperlinks: não são utilizados hiperlinks;
→ Hipermídia: há apenas uma imagem ilustrativa sobre o assunto;
→ Comunidade: não há disponibilidade de disseminação da notícia fora o e-mail.

Percebe-se, portanto, que há um interesse em disseminar as informações dos artigos para fora dos jornais on-line, demonstrado pela quantidade de diferentes formas de compartilhamento oferecidas internamente e automaticamente em cada artigo. O uso de hipermidia não é generalizado, demonstrando ou a falta de interesse dos editores ou a falta de habilidade técnica para tal. E a criação de comunidades ao redor de cada artigo também é insuficiente: apenas alguns permitem que seus leitores comentem e critiquem a notícia, e apenas um oferece a possibilidade do usuário dirigir-se diretamente ao editor caso perceba algum engano.